sábado, 26 de setembro de 2009

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

FROTT E O ROMANTISMO...


Muito se fala sobre o fato de Frottage estar ligado a ausência de penetração anal e por isso ser um fator que significaria romantismo e a existência de algum sentimento. Dá a impressão de que se você está apaixonado por alguém, você não pratica sexo anal, e sim, o frottage, porque seria mais condizente com seus sentimentos.

Balela. Acho que uma coisa nada tem a ver com a outra.
Você pode fazer sexo amando ou não uma pessoa e a prática sexual que você usará para sentir prazer não tem nada a ver com o grau de ligação entre vocês. Eu falo isso por experiência própria. Eu vou pra cama interessado em prazer naquele momento. E eu adoro frott. É assim que eu gozo melhor.

Não tem a ver eu estar ou não gostando da pessoa. Alguns interpretam o frottage como o sexo
romântico porque não envolveria violência, a brutalidade de uma penetração. Ei, vamos
acordar! O cara que gosta de ser penetrado, gosta e pronto, esse é o prazer dele. E, é claro,
existem modos e modos de penetrar/ser penetrado. Alguns gostam com mais violência,
rasgando mesmo, outros pedem pra maneirar e fazer de leve. Nada importando se está havendo ou não um relacionamento entre os dois.

Outra questão discutida e rediscutida nas comunidades do orkut é que se você está em um relacionamento, você faz concessões ao outro. Digamos que você, como eu, prefira uma boa roçada de picas, mas seu parceiro/namorado/relacionamento gosta mesmo é de dar/levar uma boa enfiada. Daí, como está rolando um sentimento, você prefere ceder mesmo não gostando muito da prática. Bom, aí é negociar entre vocês e avaliar até que ponto vale a pena sujeitar-se ao outro. Na vida, as vezes fazemos o que não gostamos para agradar, ou não desagradar alguém. Daí o seu prazer seria dar o prazer que o outro pede. Claro que eu acredito que o relacionamento pode naufragar graças a diferença de gostos de um modo geral, inclusive o sexual.

Até onde se pode fazer isso cabe aos dois avaliarem. Aí, já não posso falar nada, porque nunca vivi isso. Até o momento, posso afirmar categoricamente que a prática não está ligada ao romantismo ou sexo com sentimento. Eu busco frottage atrás do prazer que ele me dá. E como não há ligação, depois do gozo é cada um pro seu lado... até a gente sentir vontade de fazer de novo!!!

E você? Qual a sua opinião?

GIMME A HOT FROT!!!