quarta-feira, 25 de abril de 2012

3WAY ORAL & FROTTAGE

A sequencia final de um video sugerido por Jr_Philadelphia. Três carinhas se chupando e depois revezando no frot. 11:00 min.



No vídeo completo, de mais de 30 minutos, rola mais chupação e momentos de punheta mútua. VEJA AQUI.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

MUITO LEITE

Vídeo curtíssimo com os momentos finais de uma roçada. Deliciosa dica do brother_ativo_sp. 31 seg.

sábado, 21 de abril de 2012

terça-feira, 17 de abril de 2012

SÓ CARÍCIAS NA PRÁTICA DO ZENTAI

Do blog Preliminares do Yahoo. Como envolve a ausência de sexo anal, nos chamou a atenção. Confira:

Zentai: muito mais do que sexo

E se quando você tivesse vontade de realizar uma fantasia sexual você pudesse fazer isso sem ser reconhecida? Uma coisa meio Homem-Aranha, com máscara cobrindo o rosto, mas sem superpoderes, claro.
E se você pudesse encontrar outras pessoas com essa mesma fantasia e se relacionar com ela, sem saber quem é quem e sem julgamentos no dia seguinte? Pois isso existe e chama Zentai.

* Imagem do site Cheap Zentai
 
O Zentai é uma prática japonesa que nasceu nos teatros, apenas para shows, mas tomou conta de um grupo de pessoas interessadas em trocar experiências anônimas. As pessoas se vestem com roupas de lycra bem justas, como macacões, que cobrem até a cabeça — bem super herói mesmo — e se encontram para trocar toques e carícias.
Nessa brincadeira sexual não há penetração, sexo oral ou qualquer troca de fluidos. Também não há olhares ou conversas, é apenas o toque e a sensação que isso causa. Como não se vê quem está ao seu lado, o gênero da pessoa também não importa, todos são pessoas.
Há homens que colocam seios sob a fantasia e você nunca diria que são homens. Cada um se veste para o seu próprio prazer, sem tentar alcançar um padrão visual que os outros esperam, já que ninguém se vê nesses momentos.
Clique aqui para ver uma reportagem feita pela apresentadora Fernanda Lima no Japão sobre a prática do Zentai.
Em japonês, Zentai quer dizer "o homem em sua totalidade", o que contempla o bem estar e físico, mental e emocional. Essa maneira de cobrir o corpo e o rosto para garantir esse bem-estar pode ter dado muito certo por ser a sociedade japonesa muito tradicional e conservadora.
Mas a brincadeira atravessou os oceanos e chegou ao nosso querido país tropical bonito por natureza. Por aqui ainda são poucos adeptos, mas ouvimos dizer que a febre zentai começa a tomar conta de alguns grupos, como mostra reportagem da revista Marie Claire.
Apesar de nos dizermos um país sem preconceitos, com liberdade sexual e que gosta dessa liberdade, não vivemos exatamente isso e a fantasia pode ser a saída que muitas pessoas encontraram para isso.
O foco do fetiche é o toque, coisa que falta nos relacionamentos atuais, cheios de pressa e com objetivos muito claros. Quantas vezes o sexo não é mecânico e o beijo, o toque, as sensações são deixadas em segundo plano?
Muito mais do que provar a fantasia, o Zentai nos faz pensar no que vem faltando nas nossas vidas para encontrarmos o bem-estar em sua totalidade e nos enxergarmos como um todo. Será que não está na hora de deixar o sexo como vemos todos os dias — sendo visto apenas como penetração e oral — para buscarmos outras experiências que podem dar tanto prazer quanto ele?
Você teria vontade de provar uma roupa Zentai e participar de um grupo desse? Ou usaria apenas com quem você já faz sexo?
Você tem alguma dúvida sobre sexo? Manda pra mim no preliminarescomcarol@yahoo.com.br e siga-me no Twitter (@carolpatrocinio).


Opinião do blogueiro: havendo roçada de pau com pau, pode até rolar.

sábado, 14 de abril de 2012